Evangélicos de Brasília articulam emplacar Paulo Octávio como vice de Ibaneis

Embora Paulo Octávio sendo presidente do PSD/DF, os Republicanos, partido controlado pela Universal não descarta de apoiá-lo no projeto como vice-governador na chapa de Ibaneis Rocha


Líderes evangélicos ligados a Igreja Universal do Reino de Deus e outras congregações que atuam no Distrito Federal, deram início a um movimento politico, no decorrer desta semana, visando emplacar o também evangélico e ex-governador do DF, Paulo Octávio(PSD), como vice do governador Ibaneis Rocha (MDB) na chapa majoritária de 2022.

O empresário tem dito que o seu projeto é para senador, mas não nega quando o seu nome aparece em outra posição entre os que podem formar a chapa majoritária liderada por Ibaneis.



O movimento evangélico em torno do nome de PO, ligado a congregação Sara Nossa Terra, ganhou força com o resultado de uma pesquisa qualitativa que coloca Ibaneis Rocha em grande vantagem na corrida do Buriti entre os seus prováveis adversários.

Os dados fizeram com que algumas candidaturas que se movimentavam na “sombra” não passassem de balões de ensaio.

O governador continua se destacando no cenário político impulsionado pela boa gestão que pilota centenas de obras espalhadas por todas as regiões administrativas do Distrito Federal.

No campo nacional, o partido da Igreja Universal não tem candidatura própria o que deixa o diretório regional do DF ficar a vontade de seguir um projeto político que seja vencedor.



Na avaliação dos líderes evangélicos, Ibaneis se reelegerá e que Paulo Octávio, como seu vice dele, pode ser uma ponte importante de poder entre o povo evangélico e o Executivo local.