Netflix teria pago MUITO para ter “Homecoming: a film by Beyoncé”

Assim como "Lemonade", cantora pretendia lançar o material pela HBO, mas a Netflix teria oferecido uma quantia "ridiculamente grande


A estreia de “Homecoming: a film by Beyoncé” na Netflix inaugurou uma “nova parceria” da cantora com a plataforma de streaming. Até então, Beyoncé mantinha essa relação com a HBO, emissora pela qual ela lançou, em 2016, todo o conceito visual de seu álbum “Lemonade”, além do documentário “Life Is But a Dream” (2013) e o show especial “On the Run”, todos exibidos primeiramente na HBO.

Ao que tudo indica, a emissora também ia ter “Homecoming”, até que a Netflix entrou no meio e, de acordo com fontes do setor, ofereceu uma quantia “ridiculamente grande” em dinheiro. A HBO não conseguiu competir e abriu mão do material, e Beyoncé fechou com a Netflix.


Como tanto a HBO, quanto a Netflix se recusaram a comentar o assunto, não se sabe exatamente de quanto em dinheiro foi essa negociação. Mas, é possível ter uma ideia olhando para outras negociações feitas pela plataforma.

A Netflix geralmente gasta bastante com alguns programas, como os shows de stand-up. O de Chris Rock, por exemplo, custou U$ 40 milhões à plataforma. Já o de Dave Chappelle chegou a U$ 60 milhões.