O tamanho da barba e a personalidade masculina

Assim como o cabelo, o estilo da barba também pode desvendar algumas curiosidades sobre a personalidade do cara.


Segundo Vinicius Danieli, sócio proprietário da rede de barbearias O Barbeiro da Esquina, mesmo que seja inconsciente todas as pessoas buscam usar aquilo que as representam e que expressam sua personalidade de alguma maneira. Logo, com a barba, esta teoria não poderia ser diferente. Ele acredita que o comprimento, corte e formado ajudam na descoberta da personalidade da pessoa. "Antes de fundar a rede, viajei para diversos países no exterior para entender e estudar o comportamento do "barbudo" são técnicas que ajudam a moldar não só o estilo, mas que no fundo transmitem muito sobre a personalidade", explica. 

Assim como os cortes de cabelos, colorimetria, visagismos e dezenas de estilos e "modas", a barba vem com grande força, impondo inclusive regras e estilos de acordo com a personalidade masculina. 

Para A barba que é mais rala geralmente é de alguém que quer ser visto, quer ser notado e não tem vergonha, já a espessa é  traduzida para o homem que é mais tímido e tenta de alguma maneira se esconder um pouco, pode ser por ser realmente mais introspectivo ou por querer esconder algo que não goste no rosto, como uma cicatriz, uma mancha ou mesmo espinhas e acnes. 

Vinicius mostra agora quatro tipos de barba e o que geralmente estes estilos condizem com a personalidade do cliente. 

#1 BARBA COMPLETA POR FAZER 



Homens mais descolados e modernos, mas que também não quer aparecer demais. Sucinto, charmoso e despojado. Este estilo de barba tem sido muito usado por jovens que ainda cursam universidades. A barba completa por fazer não significa que o cliente não faz a barba, que não cuida e nem hidrate os fios, estamos falando de um estilo e não de higiene. Mesmo a barba completa por fazer requer uma série de cuidados, assim como as mais marcadas.

 

#2 BARBA COMPLETA E BAGUNÇADA



Este modelo de barba é comumente usada por homens mais experientes, mais viris, mais másculos mesmo, e é a que está mais em alta hoje, inclusive entre os famosos. Homens na faixa dos 30 a 45 anos escolhem muito este estilo de barba, mais cheia, com mais volume e que consegue transmitir uma seriedade, mas sem intimidar. Podemos dizer que celebridades e personalidades tem escolhido este modelo nos últimos 12 meses. 


#3 SÓ COM BIGODE



Intelectual e romântico. Além disso, passa imagem de homem com autoridade. O bigode foi um grande marco nos anos 60 / 70 e por isso é muito usado por jovens senhores que ainda mantem o estilo. "Mas não pense que o bigode por ser mais simples, é mais fácil de cuidar. O aparar dos fios e a manutenção chega a ser mais frequente que a própria barba, os pelos crescem muito mais rápidos na região dos lábios", explica Vinicius. Hoje os bigodes ganharam fios mais longos, trabalhados com cera e acabamentos especiais. 


#4 CAVANHAQUE COM BIGODE



O cavanhaque traduz a imagem de homem sexy e mais dinâmico, que também ganha o romantismo do bigode. É uma pessoa centrada e equilibrada. O auge do cavanhaque veio nos anos 90, quando começaram os novos tratamentos masculinos. A vaidade de aparar os fios e o uso em personagens de novelas, fez do cavanhaque a imagem do "sexy, desejado". Existem diversos tipos de cavanhaques, mais cheio, apenas marcado, mais ralo, enfim, o acabamento do trabalho é mais criterioso e detalhista, afinal requer um alinhamento preciso dos pelos para não ficar desproporcional. "Neste caso, diferente da barba que pode ter um acabamento despojado, o cavanhaque não permite erros. Ou é perfeito, ou é perfeito!", finaliza Vinicius. 

Para Vinicius, o mais importante na hora de atender o cliente e entender o que ele deseja, é necessário conversar alguns minutos para que ele explique e que o profissional faça algumas perguntas, para melhor compreender a personalidade e estilo do cliente. "Nas unidades todos os profissionais, são orientados a conversar com o cliente, perguntar o estilo, entender mais o dia a dia de cada um e com isso traduzir para a navalha a personalidade e desejos do cliente".