Sandy e Júnior farão 10 shows em turnê comemorativa pelo Brasil

Os irmãos Sandy e Júnior anunciaram nesta quarta (13) uma série de 10 shows em comemoração de 30 anos de carreira.


''Não aguentava mais esse segredo”, afirmou Sandy brincando. Após quase 12 anos do anúncio do fim da dupla, a Turnê Nossa História passará por cidades de todas as regiões do Brasil de julho a setembro:



12 de julho – Recife (Classic Hall) 13 de julho – Salvador (Arena Fonte Nova) 19 de julho – Fortaleza (Centro de Convenções) 20 de julho – Brasília (Nilson Nelson) 3 de agosto – Rio de Janeiro (Jeunesse Arena) 17 de agosto – Belo Horizonte (Estádio do Mineirinho) 24 de agosto – São Paulo (Allianz Parque) 31 de agosto – Curitiba (Pedreira Paulo Leminski) 13 de setembro – Manaus (Estúdio 5) 14 de setembro – Belém – (Hangar)


A pré-venda de ingressos ocorre nos dias 20 e 21 de março, apenas para clientes do cartão Elo. Para o público em geral a venda tem início no dia 22 de março. As entradas ficam disponíveis no site ingressorapido.com.br, com preços que veriam de R$ 70 a R$ 520.

De acordo com Junior, o repertório será basicamente o trabalho que a dupla fez junta. “Não haverá nada da carreira solo”, diz. E, segundo Sandy, não haverá novas composições. “Será aquilo que o público mais gostava de ver, as músicas, haverá balé no palco, banda grande”.

Questionados sobre participações especiais, os irmãos dizem que ainda não pensaram sobre isso e não há nomes. “O foco é reviver com o público a nossa história”, afirma Junior.


Ambos afirmam que não devem voltar definitivamente e vão seguir com suas carreiras individuais.

Ao fim da entrevista coletiva, eles lamentaram a tragédia na escola de Suzano. “Abriu um buraco em nossos corações. Lamentamos ter que divulgar hoje a turnê, mas não tínhamos como cancelar”, disse Junior.

Nos últimos meses, Sandy esteve com a turnê solo Nós, Voz, Eles. Em agosto durante show no Credicard Hall, a cantora de 36 anos convidou o irmão de 34 para uma participação especial.



Enquanto isso, Junior Lima também seguiu sua carreira artística. Neste ano, ele fez algumas apresentações com o projeto Manimal, ao lado de Julio Torres, em que ele une instrumentos musicais tradicionais, como a guitarra tocada por ele, e a música eletrônica.

A dupla encerrou oficialmente a parceria nos palcos em dezembro de 2007 com a última apresentação de uma turnê de oito meses no Credicard Hall (zona sul de São Paulo). Eles estavam emocionados e não contiveram as lágrimas ao subir ao palco, segundo reportagem da ocasião.

“Hoje é um dia diferente para nós, para quem acompanhou tudo isso de perto: amigos, família, toda equipe. As emoções estão à flor da pele. É mais uma despedida do palco do que de qualquer outra coisa. Vamos continuar cada vez mais unidos como irmãos e sempre dando opiniões e ajudando um ao outro”, afirmou Sandy em entrevista momentos antes do show.

O show, que contou com a presença de Ivete Sangalo, foi finalizado com a canção “Maria Chiquinha”, que marcou o início da carreira dos artistas. “Vamos terminar por onde tudo começou, né?”, disse Sandy.