Volkswagen ID. Aero é revelado como Passat elétrico com 620 km de autonomia

Será o principal carro da linha elétrica da marca e chegará às lojas em 2023

A Volkswagen planejava mostrar o ID. Aero em abril, durante o Salão de Pequim (China). Como o evento foi cancelado por causa da pandemia, a fabricante de Wolfsburg acabou adiando a apresentação. Finalmente chegou o momento de conhecer o primeiro sedã elétrico global da VW, ainda que na forma de um conceito - claro, não vamos considerar o e-Lavida, vendido apenas na China.

Uma evolução do conceito ID. Vizzion de 2018, o ID. Aero ainda é considerado um protótipo. Porém, a própria volkswagen diz que é um modelo próximo da produção e que tem um coeficiente de arrasto de apenas 0,23. A carroceria esguia ajuda o sedã elétrico a ter uma autonomia de 620 km pelo ciclo de testes WLTP usado na Europa.





Como é um conceito, a Volkswagen está fazendo silêncio sobre as especificações técnicas, dizendo apenas que tem quase cinco metros de comprimento e rodas de 22 polegadas. Claro, o sedã elétrico será montado com a plataforma MEB e será a "vitrine" da linha elétrica, posicionado acima do hatch ID.3, e dos SUVs ID.4, ID.5 e ID.6 (este último vendido só na China). Como é o modelo topo da linha, há rumores de que pode se batizado como ID.7, mas nada foi confirmado até agora.

Falando na China, o ID. Aero será vendido no país mais populoso do mundo em duas variantes, cada uma feita pelas joint-ventures FAW-VW e SAIC-VW. A Volkswagen usa essa estratégia com outros modelos da família ID. para a China, o que é bem comum até com outras fabricantes como Honda e Toyota. A China será o primeiro mercado a receber este sedã, a partir do 2º semestre do ano que vem. O lançamento nos Estados Unidos e na Europa ficará para 2024.